sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Apae de Campos Novos não tem dinheiro nem para pagar os funcionários

Após muitas polêmicas a APAE de Campos Novos teve sua diretoria destituida depois de uma ação do Ministério Público.Várias irregularidades foram levantadas pelo MP,a maioria relacionada a prestação de contas.Agora a entidade passa por uma situação de extrema dificuldade.Em nota,os responsáveis lamentam a situação e fazem um apelo para a comunidade.Segundo o documento nem mesmo recursos para pagar os funcionários estão disponíveis.Fatos lamentáveis para uma entidade tão importante.

Leia a nota do presidente em exercício:

Infelizmente somos obrigados a levar ao conhecimento da população camponovense que a APAE Menino Deus de Campos Novos vive um dos piores momentos de sua existência!
Como já é de sabido, no último dia 9 de novembro de 2010, o presidente Delci Rennau foi destituído cautelarmente de suas funções através da Ação Judicial nº 014.10.004475-5, da Comarca de Campos Novos.

Embora uma nova diretoria tenha sido eleita por meio de Assembléia Geral, a posse dos novos administradores só ocorrerá no início do próximo ano. Assim, como obviamente a APAE não pode interromper suas atividades, estamos decidindo as questões que têm se demonstrado mais emergenciais, bem como estamos realizando levantamento a respeito dos débitos que não foram pagos em tempo oportuno.

Dessa forma, inicialmente solicitamos que todos os credores da APAE compareçam até a secretaria da escola, portando os devidos documentos comprobatórios de seu crédito. Havendo efetiva demonstração da dívida, daremos os encaminhamentos necessários e buscaremos saldar as pendências com a maior brevidade possível.

De outro lado, pedimos a URGENTE colaboração daqueles que possam contribuir com a causa da APAE, em qualquer valor monetário, cujos depósitos poderão ser efetuados na Conta Poupança nº 40.175-6 da Agência 0851 da Caixa Econômica Federal (CNPJ 83.516.682/0001-17).

Lamentamos profundamente ter que externar essas informações publicamente. Entretanto, considerando que atualmente a APAE não dispõe de recursos sequer para atender ao pagamento do salário de seus funcionários, não podemos nos furtar em pedir o auxílio de todos os que se identifiquem com o “movimento apaeano”, para que a Escola Especial Menino Deus de Campos Novos não seja obrigada a interromper suas atividades.

Agradecemos antecipadamente a contribuição de todos, prometendo que não envidaremos esforços para recolocar a APAE no lugar de destaque que esta sempre teve em nossa cidade de Campos Novos (SC).

MÁRCIA PROCHNOW
Presidente em exercício.

Nenhum comentário:

Postar um comentário