sábado, 13 de novembro de 2010

Presidente da APAE de Campos Novos é afastado por suspeita de irregularidades

A pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), foi concedida medida liminar determinando o afastamento do Presidente da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Campos Novos. A liminar determinou também a busca e apreensão dos documentos contábeis e relativos à administração da associação, além de nomear comissão, formada por membros da comunidade, para o acompanhamento, orientação e fiscalização das atividades da Diretoria Executiva até a posse de seus novos membros, em janeiro do próximo ano.

A Promotora de Justiça Luciana Uller explica que recebeu denúncias de irregularidades na aplicação de subvenções recebidas do Município, Estado e União, fraude nas prestações de contas, fraude contra o SUS e abuso de autoridade na administração da APAE Campos Novos. Além do afastamento do Presidente, também foi requerido pela Promotora de Justiça - e deferido pela Juiz de Direito Ricardo Alexandre Fiuza - a busca e apreensão dos documentos da APAE para realização de perícia, a fim de investigar indícios de fraude na contabilidade e desvios de recursos.
Também foi acolhida a sugestão de acompanhamento do processo de transição da diretoria da APAE, iniciado esta semana com a eleição de nova Diretoria, que tomará posse no dia 15 de janeiro de 2012. Para tanto, foram nomeados os advogados Mayck Wilhan Fagundes e José Patrício Neves da Fontoura. Também foi nomeado o contador Sílvio Alexandre Zancanaro para fiscalização das contas, auditoria e prestação das informações solicitadas pelo Ministério Público. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina. (Ação cautelar nº 014.10.004475-5).

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social do MPSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário