quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Laudo informa que acidente com alunas da UDESC foi provocado por excesso de velocidade.

A Polícia Rodoviária Federal de Maravilha já encaminhou para a delegacia da polícia civil de Pinhalzinho o laudo sobre o acidente do dia 19 de novembro na BR 282 que vitimou uma estudante concordiense. O levantamento aponta velocidade incompatível para curva.

Por volta das 5 da manhã daquela data, o Gol MHA 4856 de Pinhalzinho fazia o sentido Chapecó-Pinhalzinho quando saiu da pista e capotou nas proximidades da Udesc. Conforme o laudo, o carro saiu 176 metros da margem da 282. O corpo da concordiense Michelle Heckler Machado, 20 anos de idade, foi projetado pra fora e houve morte instantânea.

O levantamento aponta, conforme depoimento de testemunha, que Michele estava sem cinto, no banco de trás, pois dormia no colo de outra passageira. A condutora do Gol Gabriele Nicoletti, e outras três ocupantes sofreram de ferimentos leves a médios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário